Seguidores

sábado, 27 de agosto de 2011

Eu vou ver você em meus sonhos part.1



Tenho certeza que, uma menina sonolenta em algum lugar do mundo fechou os olhos na noite passada e de repente viu-se girando.
Girando de mãos dadas, dança de salão com todo o amor de sua vida. Em vez da blusa e calça de moletom velha que ela tinha colocado antes de dormir, se engasgou e se viu envolta no mais elegante vestido de noite, requintada. Com um sorriso humilde para dentro, ela secretamente se sentia a garota mais bonita da sala...
Ela estava um pouco hesitante no início, porque tudo parecia um pouco confuso e não tinha certeza de quem era este admirador misterioso que estava dançando em frente dela, mas era tanto inconfundível e óbvio que este rapaz bonito em seu smoking marcante foi e é seu parceiro. Ela não conseguia explicar, mas no fundo sabia que estava dançando com o homem dos seus sonhos. Ele sorriu para si mesma; seus joelhos instantaneamente vieram a fraquejar como uma miríade de borboletas que ameaçava explodir em seu peito. Ela não conseguia explicar o que estava acontecendo, e só conseguia sentir isso. A atmosfera era brilhante e no momento tão encantador, o seu rosto era corado.
Havia algo deliciosamente familiar sobre este dueto clássico, este príncipe e a princesa de roda balançando no tempo com a orquestra. O lugar estava lotado e os movimentos em espiral revestia sua visão periférica em um borrão de vivas luzes brilhantes, mas ela só tinha olhos para seu companheiro, e ela não teve coragem para desbloquear o seu olhar do dele. Ao som de uma música hipnotizadora, com um tango na cabeça e nos pés, eles dançavam e giravam por horas, ela observou um varredor sorriso maroto no rosto dele antes de ele piscar e varrer-la através de uma entrada vazia e sair para o ar da noite. Ela se viu numa varanda com vista para um pátio aberto com uma exuberante paisagem verde abaixo que se estendia por quilômetros em todas as direções. Esta definitivamente não era a cidade que ela havia adormecido, este era um palácio, um castelo de pedra construído a partir das gigantes montanha rochosas e falésias escarpadas das montanhas alpinas. Ela mal conseguia recuperar o fôlego. O que estava acontecendo? Ela estava em um conto de fadas?
O crepúsculo se aproximava rapidamente, as estrelas batiam para baixo na varanda de pedra antiga e formaram-se poças de luzes que pareciam difusas e onduladas, como um oceano minúsculo. O garoto misterioso tomou-a pela mão e levou-a para baixo de uma escada secreta que os conduziu para baixo na escuridão profunda. A floresta estendeu a mão para abraçar o duo enquanto uma procissão noturna de grilos e pererecas atingiram um coro suave e uma serenata para os dois amantes irem mais fundos no reino encantado de arbóreas. Apenas o mais nítidos dos olhos olhando para baixo a partir da varanda acima poderia vislumbrar sua silhueta silenciosa roubar pelo jardim de flores.
A tarde se aprofundou e ainda assim ela não poderia deixar de lado qualquer estranha familiaridade este estranho, no escuro ele parecia ainda mais bonito. Quem era este menino mistério? E se ela o tivesse conhecido antes? Havia alguma coisa sobre seus olhos... Algo enigmático, mas bonito. Foi ele um estranho de um sonho distante? Uma pontada vertiginoso de adrenalina pulsava em suas veias. Isto foi além das palavras. Ela se maravilhou silenciosamente, enquanto ela e o rapaz rastejaram-se através das sombras como ladrões. Seu pulso batia como um trovão em ascensão e seus olhos se arregalaram. De repente, uma estranha sensação que se arrebentava sobre ela. Sentiu como se ela fosse feita para este momento. Apertou a mão do menino e sentiu-o passando os braços ao redor do pescoço dela.
Eu nunca me senti tão viva. – pensou ela com as bochechas rosadas, olhando para aquele menino, que ali estará parado olhando ao seu redor.
Eles se apressarão em passar o mato grosso, até que finalmente à floresta parecia se afastar e no centro de uma pequena clareira, viram a boca aberta de uma caverna de cristal. A visão súbita golpeou-os com arrepios, mas não o tipo que você começa quando algo te assusta... Para isso era alegria, verdadeira e genuína. Seu rosto corado de excitação. Os halo irregulares de rochas salientes da encosta que lembrou de uma boca de tubarão esquelético, algo que você encontraria em um museu ou uma sala de ciências do ensino médio. O que houve nesta caverna? O que ele estava fazendo aqui? Quão profundo feito mergulhar? Onde ele leva?
De repente, o menino se virou e sorriu para ela como se dissesse "vamos?" antes apontando para a caverna. Antes que ela pudesse responder, ele se inclinou e beijou-a e naquele instante, e ela se sentiu como se pudesse ouvir as estrelas no céu brilhante. O nublado puxado-a para trás e um céu infinito celestial abriu acima deles. O mundo parecia explodir de energia e luz. Ainda muito surpreso ao pronunciar uma palavra, o rapaz alto e bonito novamente tomou-a pela mão, na escuridão e sussurrou em seu ouvido: “Isto não é um sonho”.
E então entrou o desconhecido negro, pronto para qualquer coisa. O chão soltou e deu forma como o som poderoso de apressar asas quebrou o silêncio como um trovão e de repente eles estavam caindo. Ela se sentiu como se tivesse pisado em outro mundo em que a gravidade não tinha controle sobre ela. A floresta acima, o castelo no blefes, e no campo verde profundo tudo parecia arrancar e mergulhar na escuridão atrás deles, como se a boca do grande tubarão os engolissem inteiros. Ela sentiu vontade de gritar, mas não de pânico ou pressentimento, e não um grito alegre vertiginoso de pura felicidade. Tudo era lindo e ela estava perfeitamente feliz neste momento congelado, perdida em um mundo desconhecido, onde acima de tudo, ela sentiu o que era como experimentar a alegria total e avassaladora. Foi isso que a fez se apaixonar.


29 comentários:

Eloah disse...

É... os sonhos as vezes nos fazem voar a fazer viagens sem fim, a cruzar fronteiras e a mergulhar
em infinita e sublime emoção.
Linda a sua viagem através deste conto que tem o nome sugestivo de:"Eu vou ver você em meus sonhos".Amei! Ficarei a espera da continuação.Bjs no coração Eloah

Mery disse...

Que sonho!
Eu acabei por entrar no sonho também, nossa!
Misterioso, mas encantador momento*
é assim a paixão...
Beijos, boa noite e um domingo de alegrias, e paz.

Bento Sales disse...

Paulo seu conto está extraordinário.
Você possui todos os ingredientes de um bom ficcionista: boa narrativa, total domínio da linguagem e imaginação fértil, sem falar na gramática perfeita.

Você trabalha bem as metáforas, dando assim um brilho especial à narrativa.
Já tem capacidade, sim, de fazer seu romance.

Parabéns pelo conto e pelo talento!

Obrigado pela visita no meu link!

Abraços do novo amigo!

Imac by Artes disse...

Boa noite Paulo!
Acabei de ler seu post. Muito bom!
Seu sonho prendeu-me a atenção... Ficarei a espera da continuação.
Abraços! Um domingo especial pra ti.

Perfeita Ordem disse...

Lindo demais Paulo!
Viajei nesse lindo sonho juntamente com a menina!
Tenha uma ótima noite meu amigo!
Beijo.

gardêniaoliveira disse...

QUE ESTÓRIA MAIS ROMANTICA. TUDO QUE VOCÊ ESCREVE É BOM E NOS DEIXA COM VONTADE DE CONTINUAR LENDO.
SEUS TEXTOS CONDUZEM OS LEITORES A MERGULHAREM DENTRO DA NARRATIVA NA IMAGINAÇÃO DOS SENARIOS ONDE SE PASSAM OS EPISÓDIOS.
AGUARDO A CONTINUAÇÃO. BOA NOITE.

(La)ize disse...

Que incrível o.o e "Este não é um sonho".
Geralmente depois de começar a cair, acorda-se, mas este NÃO é um sonho! O.O
Adorei o início, também, "tenho certeza que"! E vai que foi mesmo?! Até eu fiquei com a certeza! Muito bom \o/

(:

Karla rosalia disse...

Tenha um ótimo domingo para você ;*
beijos.

Mi disse...

bom domingo
abraços

* Verinha * disse...

Muito lindo Paulo!.. Sonhos que por vezes nos faze viajar por entre nossos desejos!

Beijo grande em seu coração..
Verinha

'Lara Mello disse...

Gostei muito do conto :)

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Maravilhosa postagem!

Neusa Silva Vaz disse...

Oi Paulo!!!

Tudo bem???

Eu sempre me surpreendo quando venho aqui, rsrs, dá vontade de continuar lendo mais e mais!!!

Parabéns!!!

Bjos e tenha uma semana especial!!!

Prof. juvenal disse...

Aqueles dois lá são meus filhos.

Você sempre se superando, heim?

No aguardo da continuação.

Abraços e tudo de bom.

Anônimo disse...

que coisa linda! quero ter esse sonho hoje.

!! Feminina e Vaidosa !!! disse...

Que lindo! Quero ler logo a segunda parte!
beijos
tenha uma ótima terça! :D

Meus devaneios poeticos disse...

Parabéns maravilhoso....
bj no teu coração viajante

Naty Figueirêdo disse...

Que conto mais lindo, nos leva a sonhar!

Adoreii, que talento em?!
Beijoss!
natyfigueiredo.com

LUCONI disse...

Este é um daqueles sonhos que não mais queremos acordar, nossa que talento maravilhoso você tem, suas descrições são perfeitas e leva a escrita de tal forma que nos fascina e prende do inicio ao fim, quero te agradecer o carinho em meu blog, lá posto textos meus e agora da minha pequerrucha que já está com dezessete anos, o texto que comentou é dela, o primeiro que ela escreveu, por isso coloquei sua fota, nossa esta mamãe coruja está babando, beijos Luconi

。♥ Smareis ♥。 disse...

Paulo, que conto lindo, um belo sonho que entrei dentro e viajei sem pressa, você descreve os detalhes perfeitos .Parabéns!
beijos!

Smareis

Fernando Almeida disse...

Olá amigo Paulo

Obrigado por me visitar aqui tambem no meu outro blog!!!

Agradeço por seu gentil elogio!!!

Mas espero por sua visita no Blog do Nando também! Ok!

Abraços

Vlw

Desnuda disse...

Paulo.

Li bastante empolgada! O texto é excelente e envolve o leitor(a).O brigada.

Beijos com carinho , ótima noite e bons sonhos!

Evaldo disse...

Muito bom, Paulo.
Sua narrativa nos prende a atenção para saber o fim da estória, que embora fictícia, parece real.
Um abraço.

Everson Russo disse...

Os sonhos são assim, nos levam distantes...abraços de bom dia pra ti meu amigo.

Eliana disse...

Oi Paulo, passando rapidinho só para te desejar... UM ÓTIMO DIA!!! Beijos

Carol- Alfinetes disse...

Lindo texto
bj
http://www.alfinetesdemorango.com/

Patrícia Quel disse...

Paulo,

O dom da Escrita é algo divino e isso vc tem de sobra!!!

Bjs!

BIA disse...

Olá Paulo!!!
Um conto com riqueza de detalhes e impressões, não é fácil escrever um conto, acho que você está no caminho certo, fico admirada com tanta inspiração pois para transcrever paro o papel é preciso de muita inspiração, é bem mais fácil relatar um fato, transmitir uma notícia do que escrever um conto, uma poesia ou qualquer roteiro ou história de ficção porque envolve criatividade, inspiração e personagens e então é bem mais complicado. Parabéns!!!
Bia :)

Fabrizia disse...

Hi!!I like your blog so much,such an intresting post!
Come and visit my blog, and if you like it, follow me, I'll be waiting for you!

Cosa mi metto???