Seguidores

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Ser Escritor part. 3 (Final)


“Convencido de que a ociosidade é a mãe de todos os vícios e de todos os males, desejo evitá-la, dedicando-me a um trabalho honesto e proveitoso”

Foi com esse juramento que Tobias prometeu: passar o seu tempo estudando, alimentando sua mente ao máximo possível sem que, ninguém o impedisse de virar um escritor notável da área da literatura.
Anos e anos se passaram, Tobias sempre acuado em seu quarto só saindo de lá para comer, não alcançava o sucesso de maneira alguma. Em certo dia, tentou até seduzir a mulher de um editor de um jornal, em vão. Ao em vez de conseguir, levou um soco na cara e um pé nas nadegas.

 - Menino burro! Vai trabalhar seu miserável. Eu te sustento há anos. Um rapaz de 30 anos nem ao menos trás um pão para a casa; um dia sai cedo e volta tarde com cara de jumento; outro sai e volta logo a prantos; vê se arrumas uma rapariga e trabalhe seu idiota; não quero que volte aqui de mãos abanando seu verme maldito – berrou Américos dando uma tapa no meio do rosto de Tobias e empurrando-o pelo corredor do apartamento velho, escuro, com goteiras e cheio de mofo.       
Logo que se perdeu no corredor e a voz do tio, Tobias ergueu-se e foi, amparando-se aos móveis e á parede, até a mesa, onde estava ao lado de uma pequena garrafa de gasolina. Assentando-se no lugar em que ele estivera, tornou da caneta e lançou em uma folha de papel o seguinte:

“Declaro que sou o único autor de minha morte e declaro também que reconheço por meu legítimo herdeiro o Sr. Amaro o meu pai”

O pobre homem que um dia foi uma criança sonhadora, não tinha nada para deixar a não ser um monte e papéis velhos com contos, crônicas e poemas.
Datou, assinou, pôs a folha de papel sobre a cômoda e, tornado a mesa, agarrou a garrafa de gasolina, desatarraxou e lançou para o lado sem lhe apagar a torcida e, julgando-se cheio de resolução, levou aos lábios a garrafa.
Mal. Porém, encheu a boca com o primeiro trago fugiu-lhe a coragem de suicidar-se e, já arrependido de tal propósito, arremessou de uma golfada sobre o chão a gasolina, que foi ter á cortina e logo se inflamou. Ele apagou com os pés o fogo da cortina.
Tobias, assustado com o fogo da lareira, arremessou a garrafa de perto do fogo, ela ricocheteou com a parede e voltou inundando-o.
Então se levantou uma grande chama que o envolveu todo. Ele soltou um grito e procurou ganhar a porta do quarto; a chama tomava seu corpo inteiro.
O desgraçado conseguiu se deslocar pelas escadas até onde se encontrava seu tio; mas era tarde.
Caiu morto no chão. Atrás dele se via as grandes marcas de pele torrada pelas paredes mofadas.
Seu tio descontrolado e transtornado caiu no chão com a mão no peito. Sem conseguir gritar, uma lágrima desceu pelo seu rosto até a ponta de seu bigode voluptuoso. Havia morrido de um infarto fulminante causado pelo tamanho susto de ver aquela imagem preta, fétida e feia morrendo em sua frente; pior maneira de morrer.

Passaram-se 50 anos e o que veio a ser o poema de Tobias “kamikaze” teve sucesso absoluto! Logo depois de o pai de Tobias, Amaro, publicar em um jornal do qual conhecia um amigo. Tiveram várias republicações, músicas, livros inspirados e mencionados entre outros.
Sua família fundou uma Academia da Literatura Tobias – sucesso e palco de grandes autores.

Kamikaze

“Dia de Verão doce
Eu tenho tanto medo
Minha sabedoria é precoce
Vou ter que contar-lhe meu segredo

Talvez eu deva lutar
Para salvar minha vida
Talvez eu vá andar
Com olhos de águia

Não me deixe cair
Não me deixe morrer
Não me deixe sair
Não me deixe apodrecer”


(fragmento adaptado da obra ''O Coruja'')

60 comentários:

Aninha disse...

Foi tão tragico . . Eu adorei muito . . Sempre adoro as tuas historias . . .Vc tem futuro, garoto kkk

blog. da Tereza Maria disse...

Oi meu lindo
Gosto de seus comentários e de ler o que você posta aqui.
Muito belo...
Você tem sensibilidade e carisma
Beijo na lama
Saudações Poéticas!

Eliana disse...

Texto forte... mais muito bem escrito! Parabéns Paulo! E que Deus continue iluminando essa mente!

Tenha uma ótima noite!!! Um abraço

Ma Ferreira disse...

Paulo.. parabens... vc e muito talentoao..adorei..

Bj

Mi disse...

que fim triste, como escrito ele deveria ter mais perspectivas da vida e sonhar mais.
boa quinta, beijinhos

Bruno e Fran disse...

nossa paulo , muito bom mesmo! você tem um futuro brilhante! parabens ^^ , agradeço pela visita em meu blog
um abraço
(http://imprecionivel.blogspot.com)

Eloah disse...

Coitado do Tobias! Precisou morrer para fazer sucesso e ainda levou junto o tio.Que drama! Gostei.És um ótimo contador de histórias.Parabéns!Acompanhei todos os capítulos.
Agora fico a espera de outro conto.Bom dia com muito sol e muito amor.Forte abraço Eloah

Dai Santos disse...

Que final tragico! mais nem todo final é feliz não?
Parabéns pelos textos!!!

Abraços

Imac by Artes disse...

Muito bom seu conto! Parabéns!!!
Desde a primeira postagem gostei de ler...
Prendeu-me a atenção, a forma que conduzistes o história foi muito legal. Estava aguardando o final. Na vida as vezes acontece assim o talento de alguém só é reconhecido muito tarde.
Abraços e uma boa noite pra ti.

Paulo Bouvier disse...

Aninha, sim, procurei algo que realmente marcasse o leitor, e como diria o Tobias: "Algo para que eu seja lembrado".

Tereza Maria, obrigado. Neste último conto queria deixar marcado a presença de Tobias.

Eliana, nem sempre os finais são felizes. Forte sim. Queria que fosse forte mesmo para marcar. Adorei sua visita. Obrigado.

Ma Ferreira, muito obrigado e volte sempre.

Mi, sim triste. Adoro contos, filmes, crônicas, poemas e músicas triste. Mas olhe pelo lado bom, Tobias ficou famoso juntamente com seu poema. Obrigado.

Bruno e Fran, muito obrigado e volte por favor.

Eloah, adoro-te. Muito obrigado pela visita. Tobias é um personagem fictício, mas não deixemos nosso sonhos morrer.

Dani Santos, Concordo. Honremos a memória de Tobias. Obrigado.

Imac, o mais difícil é fazer o leitor prestar atenção, se prender a história. Se consegui, fico muito grato, de verdade. Obrigado pela visita.

Patrícia Quel disse...

Paulo,

Nossa, triste!!!
Morrer para ser lembrado... Tadinho...

Belo conto!!!

Ahhh... Boa sorte no sorteio...

Bjs!

BIA disse...

Olá Paulo!!!

Surpreendente mesmo este final, não esperava por este fim trágico e triste, mas ficou ótimo o enredo e a criação do desenrolar ao desfecho da história, estou achando que você daria um ótimo roteirista de filmes e novelas, vocação, inspiração e criatividade é o que não falta!!!
Bia :)

Paulo Bouvier disse...

Patrícia Quel, obrigado.

BIA, muito obrigado minha amiga. Eu sempre gosto de surpreender os leitores. (risos)

Mafia Sonora disse...

É o que dizem o artista muitas vezes vale mais morto do que vivo, abração Paulo :-)

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

Paulo, você realmente tem o dom do escritor, e especialmente talentoso pra conseguir fazer seu conto evoluir sem ser maçante, e sempre dentro de uma bela verossimilhança. Parabéns! Gostei muito de seu conto. Siga em frente!!! Não perca nunca a motivação de escrever. abs

Sonia Pallone disse...

Paulo, seu texto final foi de uma intensidade marcante. Você escreveu os fatos na medida certa. Sem faltas ou exageros. Gostei muito e deixo aqui meus parabéns pela deliciosa leitura. Beijo e Carinho.

Evany Bastos disse...

Muito bom, amei o surpreendente final, parabens Paulo mandou muito bem, mas coitado nao fugiu a regra, teve que morrer pra ser reconhecido.
Abraço
Evany..

Mery disse...

Paulo, eu adorei o conto, às vezes a gente não consegue acompanhar certos textos, porque são monótonos e sem emoção, mas eu fiquei envolvida e saboreei essa leitura, é linda e triste, mas deixa-nos uma lição: é preciso dar importância à todo tipo de vocação, você tem o dom de escrever e sabe fazer isso muito bem, merecias um prêmio.
Pena que o escritor teve que morrer pra ser reconhecido...Final triste e surpreendente.
Já leste "O feijão e o sonho"? É uma linda história, nesse estilo mesmo.
Beijos da Mery.

Evaldo disse...

Está muito bom, Paulo. Assim fazem os bons escritores. Seja contando os dramas, as comédias, as ficções, ou aventuras. Sempre conseguem despertar nossa atenção, com surpresa, mesmo que seja dramática, como é a história do Tobias, que no final, em seus escritos, se tornou imortal.
Um abraço.

Andréa disse...

OLÁ PAULO!
DEPOIS DE MORTO QUE VEIO O SUCESSO DO TOBIAS,MAS O QUE IMPORTA MESMO MORTO NÃO FOI ESQUECIDO.
PARABÉNS VOCÊ TEM UM BELO FUTURO!
É PRAZEROSO LER O QUE VC ESCREVE.

FICO FELIZ QUANDO VC VISITA O MEU BLOG E TESTA MINHAS RECEITAS MAS FICO TRISTE QUANDO NÃO DÃO CERTO, É O TOBIAS QUE ESTÁ POR AI, RSRSRS.

TENHA UM ÓTIMO FIM DE SEMANA!
BEIJOS,
ANDRÉA

'Lara Mello disse...

Gostei do final, não gosto de finais sempre felizes :)

Fernando Almeida disse...

As vezes, o verdadeiro poeta não é reconhecido pelos seus dons, justamente por que ele se fecha para criar suas grandes obras. luta para ver seu sonho reconhecido, mas muitas vezes o sucesso e o reconhecimento do talento quando vem vem muito tarde e o autor não vê a sua brilhante carreira por que muita vezes já partiu. mas, cedo ou tarde um verdadeiro talento sempre se manifesta e o reconhecimento sempre aparece. você tem um talento pra escrever. sabe conduzir o texto nos mínimos detalhes e isso é muito bom por que ajuda os leitores a criar o cenário na mente. e isso é muito bom, assim como, é muito incrível ler um texto tão cheio de vida. um texto em que as palavras mais do que ser um texto é uma verdadeira história. seu talento é excepcional!!!! tô te seguindo viu...
abraços

Paulo Bouvier disse...

Muito Obrigado pelas visitas e pelos comentários. Fico encantado.

Eloah disse...

Oi Paulo! Obrigado pelas palavras gentis.Isto é um ótimo incentivo.Deixei, por circunstâncias pessoais e falta de inspiração de escrever.Agora voltei.Já tenho livros de poesias publicados.Veja no lado direito do meu Blog uma listinha com as publicações.Estou pensando em um próximo, mas é apenas um projeto.Obrigada amigo por tua manifestação.Quem sabe eu me animo.Forte abraço Eloah

Everson Russo disse...

Interessante, intenso e forte seu texto,,,ser escritor é conseguir expressar sentimentos em palavras...abraços de bom final de semana.

!! Feminina e Vaidosa !!! disse...

Ai que tragico!!!!
Faz o favor de fazer uma história mais animada, fiquei triste...mimimi
beijos
(o filme dos muppets estreia só em novembro)

Nair Morbeck Sobrinha disse...

Obrigada pelo carinho da visita..eis-me aqui!É um belíssimo e inteligente blog..parabéns a honra é toda minha!

Shalom

Nair

VINO MORAIS - ARTISTA PLASTICO disse...

MUITO TALENTO POR AQUI EU ACHO...PARABÉNS...OBRIGADO PELO TEU COMENTÁRIO...COLOQUEI VC LÁ DO LADO DIREITO NO BLOG...UM ABRAÇO CAMARADA...

Desnuda disse...

Olá Paulo,


Então chego no capítulo final? Mas voltarei para atualizar a leitura do seu blog.

Eita menino, uma estória mundo cão! Gostei muito do texto, a problemática e mesmo a mensagem que passa.

Obrigada pela visita. Beijos com carinho e maravilhoso fim de semana.

Desnuda disse...

Paulo,

A poesia Kamikase é linda!

+ Beijos

Lu Cavichioli disse...

Oi Paulo, vim conhecer teu espaço.

Tudo muito interessante por aqui, tua vontade de ler, teu interesse pela escrita e essa diversidade sobre prosa e poesia.

Voltarei com mais calma pra te ler, ok?

super prazer em te conhecer e obrigada pela visita.
Te sigo!

beijo

Eloah disse...

Depois me mandas o endereço que te envio.Forte abraço.Eloah

Aline Galdino disse...

CLAROOOOO QUE EU VOU QUERER TE SEGUIRRRRR!!!

Siga-me também que será um prazer!

Suas postagens são super intensas e interessantes!

Realmente existe MUITAAAAA melancolia nessa postagem! COITADO DO TOBIASS!!

Beijos!!!

Ph Oliveira disse...

muito bom o texto cara, gostei e vou ler mais
e sempre obrigado pelas visitas e comentarios la na minha historia tmb

LUCONI disse...

Querido além de ler este li os outros dois textos seus, e me encantei com teu estilo, e o que você escreve é muito real, veja o Tobias tirando o suicídio que eu sei acontece por muitos motivos, mas o principal é a fraqueza humana, a falta de esperança e de amor em si mesmo, ele viveu obstáculos muito comuns a todos que iniciam nas letras,música, artes no geral, temos grandes artistas em todos os setores que são absolutamente anônimos, e como precisamos do pão nosso de cada dia e não podemos arrastar ninguém que dependa de nós em nossos sonhos, acabamos por fazer do que mais gostamos um hobbie, e partimos para um trabalho que possa nos sustentar, ele quis perseguir um sonho, deveria persegui-lo sim, mas não a ponto de se esquecer do outro lado da vida. Você deveria escrever um livro, registrá-lo e depois ver como fazer a publicação, existe sites eu participo de alguns, como apenas leitora, que divulgam os livros gratuitamente, como se fosse um clube, no inicio é assim. Agora já estou te seguindo, por um motivo muito especial, adoro fazer amigos, e amigos que sejam iguais a mim, no sentido de desenhar com as letras lindos quadros, como você faz, beijos Luconi

Karla rosalia disse...

Adorei super lindo !
Um big beijos e bom final de semana pra ti, :*

Evany Bastos disse...

Olha eu aqui outra vez Paulo, meu marido se diverte lendo seus textos, voce tem muito talento rapaz, alem de tudo e um poeta, amo tudo que escreve, tem um jeito especial, obrigado pela visita lá na "Janelas da Alma".
Abraco.
Evany.

Luciana disse...

Oi Paulo!

Vc tem muito talento!

Quem lida com arte vive sempre o conflito entre o que o espírito pede e o que a carne exige (detalhes como dinheiro, comida, establidade, etc). É por isso que muitas vezes artista precisa ceder espaço para fazer não somente aquilo que gosta, mas tb o que tem apelo comercial... mas essa é outra história! rsrs e a coisa da fama póstuma é bastante dramático. Adorei!

Parabéns!

Abs,

Luciana

✿ chica disse...

Teu talento é grande e adorei acompanhar! Um abraço,lindo fds e aguardo novidades aqui!chica

Amigas e Afins disse...

Oi !!

Parabens pelo trabalho!
Mt bom o texto!

Beijos

http://amigaseafins.blogspot.com
@amigaseafins

Marili Alves disse...

Lindo post, estava precisando ler isto principalmente "...Talvez eu deva lutar
Para salvar minha vida
Talvez eu vá andar
Com olhos de águia"
Obrigada

Ana Paula Gervason disse...

Parabéns Paulo pelos seus textos...e muito obrigada pela visitinha no meu blog! Fiquei muito feliz!

Bjss querida e um maravilhoso final de semana!

http://toutlamour.blogspot.com/

Juju Porcino Loureiro disse...

Paulo,
Você sabe, sempre, prender a minha atenção!
O telefone chamou mas eu não ouvi, estava lendo seu texto... PARABÉNS! Vc é D+!

Perfeita Ordem disse...

Muito bom Paulo!
Desde o início me envolvi com a história de Tobias,queria saber o restante e jamais esquecerei o final surpreendente que deu à ela.
Fico com pena de Tobias,mas quantos gênios nós conhecemos que só são reconhecidos muito depois de partirem.
Colocarei seu blog entre os meus favoritos para não perder suas próximas histórias.
Beijo e um maravilhoso final de semana!

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Obrigado pela visita ao meu blo de fotos e por ter gostado das fotografias.
Quanto ao seguir, é com todo gosto, o seu blog é realmente muito interessante!
Voltarei mais vezes!

cidinha disse...

Olá Paulo . Passando por aqui. Menino quanto talento! Olha, li o texto anterior e achei muito interessante. Desculpe a demorá! Problemas com a página de comentários. Agora está tudo bém.. Gostei do final! Dá uma certa tensão. Vc se espressa muito bém e nos prende na história! Obrigada pelo carinho da visita! Votarei! Grande abraço e tenha um lindo domingo!

BRISA disse...

BOA NOITE
PAULO
PARABÉNS GOSTEI MUITO VC TEM UM GRNADE POTENCIAL.
O tempo é algo que não volta atrás ...
portanto,
plante seu jardim e decore sua alma ao invés
de esperar que alguém lhe mande flores
- William Shakespeare -
FELIZ DOMIGO

Bento Sales disse...

Paulo, apesar de ter lido somente o capítulo final, deu para perceber que você é um ótimo contista. Trabalha bem o ambiente, os personagens, a narrativa e, sobretudo, a linguagem. Sua técnica de surpreender o leitor também é boa.
Que triste fim para nosso herói Tobias!
Mas com um poema sugestivo daquele, seu fim estava certo.

Parabéns pelo conto e pelo talento!

Obrigado pela visita e comentário no meu blog.

Abraços!

Sorry i cant fly... disse...

Trágico demais. Pobre Tobias...rs
Blog gostoso de ler. Amei.
Bjlhões.

Andréa disse...

PAULO,
TENHA UM ÓTIMO DOMINGO!
BEIJINHOS.......

Letícia Barcelos disse...

UAL! Quando foi no meu blog, e me deixou um recado (obrigada pelos elogios,é sempre ótimo te receber lá), enfim, quando me disse que era o final da história de Tobias com um final surpreendente, não sabia que era tanto assim! Eu juro que meus olhos encheram de lágrimas, uma morte trágica, sem ao menos ter tido uma felicidade na vida. Não ter conseguido ver o seu próprio sucesso... após sua morte o mundo o descobriu, tamanhas valiosas suas poesias como essa última! Mais uma vez trágico!
E devo lhe parabenizar, como você me prende aos textos, traz sentimentos como se tudo fosse verídico! Espero próximas histórias hein?!

Beijos
http://leticiabarcelos.blogspot.com/

Jeferson Cardoso disse...

Se me lembro do Seu Javarine? Mas é claro que me lembro! A propósito, que fim levou o velho Javarine, Paulo? Tem notícias dele?
Paulo, realmente você surpreendeu com a parte final de “Ser Escritor”. Tobias não tinha uma boa cabeça. Pobre Tobias! Morte triste...

Guma Kimbanda disse...

felizmente, em vida muitos escritores conseguem gozar de seu sucesso. que esse seja o teu caminho, pois assim prometes com as boas narrativas com que nos presenteias.

Kandandos... inté.

Ubunto!

Rafael Castellar das Neves disse...

Gostei disso...muito verdade a forma como as coisas acontecem...e gostei da finalização...real!

[]s

Evanir disse...

Calma tudo tem geito
nessa vida.
Não faz sentido perder o juiso
se hontem nada deu certo.
Se você tem fé ..Tem Amor
mais nada vai bem contigo.
Alguma coisa ainda te falta
consulte no fundo do seu coração
algo que sem perceber você deixou de lado.
Deus sabe quanto agradeço por ser sua amiga.
Um abençoado final de Domingo.
Bjs no coração,Evanir.

Carol- Alfinetes disse...

Linda historia
bj
http://www.alfinetesdemorango.com

Prof. juvenal disse...

Boa noite, Paulo.

Desfecho muito bom.

Parabéns!

Andre Mansim disse...

Eu estou lutando contra os momentos ociosos pra começar a escrever um livro, o negócio está dificil mas essas primeiras palavras do seu texto foram muito boas pra mim! Parabens pelo blog e seja sempre bem vindo lá no meu!

Neusa Silva Vaz disse...

Oi Paulo!!!

Amei, com todo esse talento, tenho certeza que seu futuro será cheio de sucesso!!! Parabéns!!!


Bjos e tenha uma semana especial!!!

。♥ Smareis ♥。 disse...

Oi Paulo, uma bela história, e o desfecho ficou excelente.Grande Tobias, que triste não poder ter visto o sucesso.Parabéns, um conto que me prendeu muito na história. Aguardo por outros.Desejo um ótimo começo de semana cheio de coisas maravilhosa pra você. Um Abraço e muito beijim!
Smareis