Seguidores

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Esperança part. 2


É engraçado como o mundo tem uma maneira estranha de se assemelhar a uma casa mal assombrada às vezes. Eu suspeito que esta declaração parece pouco ortodoxo vindo de um menino que revela publicamente na construção de uma atmosfera que faz sonhar, mas eu suspeito que eu não sou o único que se sente assim.
Eu escrevi uma história sobre esta ideia. As letras pintam um retrato de uma casa abandonada mal-assombrada, triste e esquecida, morto e sem vida no exterior, mas muito viva em seu próprio horror de pesadelo no interior. A história brinca com a ideia que os habitantes fantasmagóricos de um tal arrepiante lugar, secretamente por muito tempo para a luz do sol bater através das janelas sujas e margaridas para empurrar para cima através do assoalho, para que vá se sentir vivo novamente. Eu imagino se eu fosse residente de uma casa assombrada, eu desejo para o meu quinhão de sol como qualquer outra pessoa, e que se assemelha a maneira que eu escolher.Escape da realidade sempre que o mundo real começa a crescer e teias de aranha luzes começam ligar e desligar por si mesmos. Para mim, as margaridas são os mais maravilhosos vislumbres de esperança que se possa imaginar, e com um brilha súbito de otimismo e beleza, de repente me faz sentir-me corajoso.
Todos os caprichos de lado - e em um nível ainda mais pessoal do que a divulgação metafórica, nível mais profundo desta história do simbolismo paralelo do que lhe faz querer seguir em frente, como o único raio de esperança que tenho nesta casa assombrada. Para mim, às vezes é fácil de concentrar sobre os pesadelos de sangue que inevitavelmente se mostram de tempos em tempos, mas apesar de tais distrações tristes, é óbvio que você tem um jeito de plantar esperança vitoriosa por toda parte, e às vezes como flores bonitas de cor e vibração surgir do nada quando eu menos esperar eles. Às vezes, exige sabedoria para vê-los, outras vezes é incrivelmente óbvio, mas, independentemente das circunstâncias, esses lembretes angelicais são tremendamente potentes e absolutamente reais. Assim, eu continuo a manter meus joelhos pretos e azuis, sempre em piso de madeira, sinceramente agradeço a todos a minha volta pela a tremenda graça que me foi dada.
Em tantas palavras, esta é a ideia principal por trás de uma história intitulada “Esperança”.
No final do dia, só posso responder por mim e eu serei o primeiro a admitir que eu não sou nada, mas um pecador sem valor, dia após dia. “Eu sou tão imperfeito e falho como eles vêm”. Assim, quando o sol desaparece por detrás das nuvens e da vida de repente se transforma em uma casa mal assombrada, eu me agarro a Jesus com todas as fibras do meu ser, porque Ele é infalível, Ele é absoluto, Ele é fiel e Sua graça é mais profunda e mais ampla do que a minha imaginação pode até mesmo compreender. Nele e somente Nele é onde eu descobri uma esperança mais brilhantes e bonitas do que as palavras é possível descrever.



21 comentários:

Jeferson disse...

"O senho é meu pastor..."
Não entendi direito pra falar a verdade, algumas coisas. Mas, o que eu entendi foi que, você explicou a história anterior.

Gostei! Vou divulgar esse blog pro meus amigos

Rafael Castellar das Neves disse...

Excelente...os dois....gostei daqui...

[]s

Minhas coisas disse...

Super bom, vou pedir pra todos verem!

Arthur disse...

Ou, muuuuuuuuuuito legal!

Paulo Bouvier disse...

Jeferson, só dizer o que não entendeu e, terei o maior prazer em explicar.

Obrigado por ler amigo!

Paulo Bouvier disse...

Rafael e Arthur, muito obrigado.

Cissa Romeu disse...

Oi Paulo,
li os dois. Achei interessante como escreve, denso, noire..., cheio de detalhes e muita coisa subentendida.
Agradeço o teu comentário lá no meu blog, estou seguindo o teu e convido a voltar e seguir o meu também.
Grande abraço!

Humoremconto
http://anaceciliaromeu.blogspot.com

Jorge Pimenta disse...

paulo,
comecei pelo primeiro, mas não resisti a agarrar no segundo, também, e a guardá-lo no bolso, também. gostei muito!
um abraço!

QUIM disse...

Adorei aqui ..assuntos interessantes e que me fizeram reflectir...te seguindo..abraço..

Carlos disse...

De acordo com o QUIM, adorei!
Essas história é bem explicada e você mencionou Jesus como seu único amigo, gostei MUITO!

Minhas coisas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paula disse...

vai ter continuação?

Laura disse...

Bom, quem diria que, naquela casa mal assombrada o único raio de esperança seria Jesus, mas não é de menos, sempre quando tempo um problema a quem recorremos?

Deus.

* Verinha * disse...

Estava aqui a me deliciar com seus textos.. são muito bons.. parabéns!
Gostei daqui e já estou a lhe acompanhar :)

Beijocas em seu coração..
Verinha

cidinha disse...

Olá, Paulo. Estou aqui agradecendo o carinho da sua visita. Obrigada! gostei do texto, muito interesante. estarei sempre por aqui! Grande abraço...

gardêniaoliveira disse...

AGORA EU QUERO TE VER NO MEU. UM ABRAÇO!

Josinete Beatriz disse...

Olá! Vim agradecer sua presença no Sonhos! Gostei da porta aberta para Gregos e Troianos... é assim que deve ser! Parabéns !Abraços,Josi

luci disse...

Olá Paulo!
Não sou grega nem troiana.Sou brasileira mas assim mesmo vim te visitar e adorei seus textos despretenciosos e que não tem vergonha de expor certos detalhes escondidos na alma.Muito bom ter espaço para misturar ficção e realidade sem se preocupar com críticas ou cobranças!Dê asas a sua imaginação e crie mais Paulo.
Porque Deus é um escritor obcessivo!
E nós somos a sua poesia!

Marili Alves disse...

Obrigada pela visita, excelente post!!
Paz e Bem!!

Luciana disse...

Oi Paulo!

Que prazer receber sua visita!

Bela postagem...

Sou sua seguidora nº 50!

Abs

Luciana

Sorriso de Japa disse...

oiee
vim retribuir a visita
Bem Interessante os textos...